O poema só nasce onde quer
Como um pé de fiolho,
é pura emoção selvagem ...

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Ls Cachicos de Manuol Bandarra



2 comentários:

  1. Soberbos. Lindissimos.
    Obrigado Teresa pela "dádiva".
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Concordo Ricardo. É um talentoso pintor mirandês.
    Beijinhos

    ResponderEliminar