O poema só nasce onde quer
Como um pé de fiolho,
é pura emoção selvagem ...

domingo, 11 de dezembro de 2011

PINCELADAS POÉTICAS - OUSADIA


"Eis o segredo: o amor é a verdadeira fonte da poesia, toda a geografia da poetisa é uma geografia de amor, de amores e de encantamentos. Então, nada vem de fora pois tudo de transforma dentro."
(Amadeu Ferreira in Ousadia)

6 comentários:

  1. Lindo e subscrevo o Amadeu Ferreira...
    Eu acrescentaria outros ingredientes para a poesia, mas seria apenas mais uns ponto de vista :)
    Contudo tudo é revisitado, revolvido, reavalidado, cá dentro, sem dúvida!
    Uma vez mais, parabéns, amiga!
    Bjuzzz :) :) :) :)

    ResponderEliminar
  2. Nunca mais é Sexta!!!!!!!
    Parabéns Teresa.
    Até lá. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. I andrento la giografia mirandesa, la amisade acunteciu, cun lhaços de poesie i cielos de muita quelor.
    Fui guapo aquel cachico de sesta a la fin de tarde!!!

    Un beisico,

    Delaide

    ResponderEliminar
  4. Este é um mundo virtual que, através das palavras, se humaniza.
    Quando nos atrevemos a tranpor fronteiras e desvendamos o nosso mundo interior, é gratificante partilhar caminhos.
    Fico grata amiga Odete pela tua presença e cumplicidade.
    Bjuzz :) :) :)

    ResponderEliminar
  5. Na sexta não faltaste, desfizeste quilómetros e reforçaste laços de amizade. Fiquei feliz quando te vi entrar na Casa da Cultura Mirandesa com a tua querida Ana.
    Foram momentos inesquecíveis! Será melhor repetirmos.
    Beijinhos aos dois.

    ResponderEliminar
  6. Si, "fui guapo aquel cachico de sesta la la fin de tarde!!!
    Fui ua OUSADIE!!!
    Nunca çquecerei la calor i la persença de ls amigos.
    Delaidica si que gustei d'oubir dous poemas de l miu lhibro na tue boç. Quedórun muito más guapos!!! :))))
    Oubrigada amiga.
    Beisicos

    ResponderEliminar