O poema só nasce onde quer
Como um pé de fiolho,
é pura emoção selvagem ...

sábado, 22 de setembro de 2012

15.09.2012





HOJE:
sorri Setembro
nos olhos da minha filha
sobe ao altar
floresce e brilha
num outro olhar

Hoje:
são de amor as pétalas
que neste Setembro ardente
bailam para vós
como se fosse a vez primeira
O perfume é único, é vosso
uma essência apurada – lado a lado

Hoje:
nem tu nem eu – somos nós
a melodia tem outro ritmo
outro significado
Os pedregulhos soltam-se por aí
mas assustam menos
são de afecto
os caminhos que fazemos

Hoje:
subimos o Douro
cantando convosco
vivemos uma alegria maior
somos nós – uma família
na força do amor

Parabéns Guida e Paulo

7 comentários:

  1. Esse hoje foi e será sempre uma marca emocional na estrada da vossa vida. São intensos os momentos e, feliz, de quem os sabe fazer sentir em poema e de quem os pode reviver, lendo esse mesmo poema.
    Foi em setembro, mês simbólico, propício a tomadas de decisão ponderadas, já não são os amores de verão, ainda não os melancólicos dias da nova estação. Parece o tempo ideal para que , cada um dos protagonistas desta história, se afirme no seu poder de decisão. Mais um laço que enlaçou no vosso cordão familiar...
    Estou convosco na emotividade que transmitiste em poema.

    Bjuz para vós, Teresa, Guida, Paulo e demais familiares...
    :) :) :)

    ResponderEliminar
  2. Um homenagem sentida.
    Num brilhante poema, cheio de amor e emoção.
    Gostei imenso.
    Teresa, minha querida amiga, tem um bom domingo (o que resta dele) e uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Linda e tocante poesia nas folhas ainda verdes do Outono.
    Felicidades
    Abraço Teresa

    .............
    Para sair melhor, bata tudo com a batedeira.
    Tenho outro anterior, no blog.

    ResponderEliminar
  4. Hoje, eu ganhei o dia, lendo essa poesia, que é tão linda como a sua dona. Meu beijo.

    ResponderEliminar
  5. Querida Teresa,

    Lindo e comovente,a tua poesia tem a beleza e o poder do

    amor...

    Felicidades para o casal!

    Beijo,amiga.

    ResponderEliminar
  6. É sempre uma emoção ler-te, Mãe. Não posso deixar de sentir quão afortunados somos por te ter nas nossas vidas. O nosso amor e gratidão a ti e ao pai são eternos.
    A tua filha que te adora e ama,
    Guida Guidinha

    ResponderEliminar