O poema só nasce onde quer
Como um pé de fiolho,
é pura emoção selvagem ...

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

As palavras que me deixaste

5 comentários:

  1. Atrevette a rimar esta linda Poesia, com poesia.
    Não iria dizer mal de um belo pensamento de Amor num pôr do Sol de Magia.
    Atrevette a manter esse Espírito e a viveres uma magnífica transição de Ano velho para Ano Novo.
    Sê Feliz.


    Beijos


    SOL

    ResponderEliminar
  2. Palavras de fogo. E belas...
    Gostei.

    Teresa, minha querida amiga, desejo que tenhas um excelente 2013 e que todos os teus sonhos e desejos se realizem.

    Beijo.

    ResponderEliminar
  3. Benvinda Teresa
    Maravilhoso esta sua casa." Atrevimentos " assim são maravilhosos e com um pôr de sol de fogo.Belo.
    FELIZ ANO NOVO
    bji

    ResponderEliminar
  4. Extremamente belo, este poema
    Embriagado em paixão.
    (talvez, o sentimento que alguém deixou em tua alma)

    Gostei muito,muito.

    BOM ANO!
    Beijo

    ResponderEliminar
  5. Sedução e o deslumbramento do sentir...

    Poema impregnado de fluidos poéticos!

    Bjuzz, querida amiga :)

    ResponderEliminar