O poema só nasce onde quer
Como um pé de fiolho,
é pura emoção selvagem ...

quarta-feira, 1 de janeiro de 2014

O perfume do verso


Ser poeta não é só escrever versos

é saber criar um clima de liberdade

é cevar em ti o desejo de renascer

e no deserto das ideias maltratadas

 dar-te a chave do céu e do prazer


ser poeta é saber beijar as palavras

e despir-te dentro delas sem alarde

saber que  o poema não voa nem arde

se a lira não afinar ao teu toque

e um único perfume o verso não tiver

Teresa Almeida


7 comentários:

  1. " ser poeta é saber beijar as palavras
    e despir-te dentro delas sem alarde"

    nu, dentro de um verso

    ResponderEliminar
  2. Querida Teresa,

    O perfume do teu verso é único, guardo a beleza da tua poesia no

    espaço especial,bem na minha alma ecoando...

    Feliz 2014!

    Cada dia repleto de paz,luz,alegria,amor e sonhos

    vestidos de poesia...

    Muito obrigada pela tua presença carinhosa e tuas belas e

    preciosas palavras que sempre aguardo e guardo na

    minha memória afetiva.

    Beijinhos gratos,querida amiga!

    ResponderEliminar
  3. Aqui, foste no próprio âmago da Poesia, minha querida amiga, neste inefável que só pode ser dito em metáforas e construções sutís, e de forma muito particular.

    Difícil exercício para um poeta que o de falar da poesia, essa Musa que nos enleva e seduz, exercendo sobre nós um encanto que nos afasta deste mundo de coisas concretas e banais, e nos leva, nas asas da melhor imaginação, a páramos tão sublimes, indescritíveis...

    Teu magnífico poema, minha amiga, percorre em dez únicos (porém, quão ricos!) versos todo esse universo de místico, sensual, lírico, delicado e prazeroso que tem a Musa, e que só uma poetisa como tu pode nos fazer melhor compreendê-lo!

    Meus aplausos, Teresa, pelo belo texto, e que em 2014 continues sempre tão inspirada assim.

    Meu grande abraço com carinho,

    André

    ResponderEliminar
  4. Ser poeta , é esse filtrar de emoções, capaz de nos fazer vibrar ao som dos versos...
    Muito belo!

    Beijinhos Teresa e Bom Ano!!

    ResponderEliminar
  5. Para se ser poeta, há uma primeira condição: um diferente olhar sobre tudo; depois é a sensibilidade e a arte de moldar as palavras ao sentir. Tendo tu estes predicados, só podia sair um criativo poema sobre "ser poeta".

    Gostei imenso, destacando este verso "é cevar em ti o desejo de renascer"...

    Bjoss, querida Teresa e dias felizes neste 2014. :)

    ResponderEliminar
  6. ser poeta é sentir,
    ser
    possuir

    belo,teu poema!

    beijinho

    ResponderEliminar
  7. E que perfumadas são as palavras... podemos sentir o aroma quando as lemos. Ser poeta é escrever com o próprio ser.

    Bom Ano novo!
    bj
    cecilia

    ResponderEliminar