O poema só nasce onde quer
Como um pé de fiolho,
é pura emoção selvagem ...

sábado, 10 de dezembro de 2016

Quando te li

Quando te li
já tinhas passado por muitos poemas
E nem sabia se o que lia me pertencia
Mas a ilusão preenche vazios e perdas
E há azuis  intensos nos versos que te fiz

Quando te li
Trazias lábios de surpresa e mãos de pressa.
Traços leves e penas de ave inquieta.
Olhar de seda e mar de cetim
Foi por ti que no verso me deitei
E senti o toque primeiro, a melodia

O universo nas asas da poesia 

Teresa Subtil

11 comentários:

  1. Quando te li, li-me...
    Belo, Teresa!

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. claro que a "poesia também se come..."
    e fica sempre a bailar na boca o gosto (perfumado) do primeiro poema.

    poesia de excelência.
    um privilégio ler.

    abraço

    ResponderEliminar
  3. Ler as palavras. Assombrar-se com elas. Guardá-las no lado mais secreto da inocência...
    Que belo poema, Teresa!
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Poesia de excelência é assim, são tantos caminhos
    da leitura...
    Entendo como a poesia que nasce na inspiração e
    voa nas asas das palavras a pousar no universo
    de cada leitor, o olhar e o sentir guia a
    leitura num toque interior.
    A beleza deste teu poema na leveza de uma dança
    de sentires de corpo e alma da poetisa que
    evoca vida, sabor da vida!...
    Sempre imensa a tua poesia, querida Teresa!
    Beijinhos, amiga.

    ResponderEliminar
  5. A poesia é mesmo um universo...
    Um poema brilhante. Gostei imenso. Parabéns pelo teu talento.
    Bom fim de semana e um FELIZ NATAL, querida amiga Teresa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  6. Tão bela leitura, para tão fantástico final!
    Belíssimo Teresa
    Beijinho e FESTAS FELIZES!

    ResponderEliminar
  7. Um BOM Natal e um Ano Novo MELHOR.
    Um beijo, Amiga.

    ResponderEliminar
  8. Gostei de reler este teu excelente poema.
    BOAS FESTAS, querida amiga Teresa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  9. Conheço bem esse lugar que é um belo porto de inspiração!
    Não a tenho encontrado mas gosto da sua arte de expressar o que vai na alma!!!
    Veja se gosta:
    https://mgpl1957.blogspot.pt/2017/03/poema-na-velhice.html
    bj

    ResponderEliminar