sábado, 6 de março de 2021

Já é dia|



Chegou a hora de abrir o azul de Março
E expor anúncios de primavera
A rebeldia da terra já cansada
A coragem e a galhardia
Está na hora
Já é dia!

Chegou a hora de esgalhar a árvore
Que do reino se fez grito
Libertar a ave e a flor
Presas em canto aflito.

Ergue agora a tua voz
Espontânea e selvagem
Desinstala a monotonia
Ressuscita a paisagem
Já é dia!


Teresa Almeida Subtil









23 comentários:

  1. Bom dia de domingo, querida amiga Teresa!
    Em meio a tanta dor, um poema refrescante que nos insinua a Primavera para aliviar.
    Chegou a hora de esgalhar a árvore
    Que do reino se fez grito
    Libertar a ave e a flor
    Presas em canto aflito.
    Gostei muito.
    Tenha dias de paz e saúde
    Beijinhos e preces

    ResponderEliminar
  2. Poema lindíssimo que adorei ler.
    .
    Votos de um Domingo muito feliz
    Cuide-se
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderEliminar
  3. Um poema e videio encantador. Adorei a imagem!
    *
    Não há baú sem segredos ...
    *
    Beijos e um excelente Domingo:)

    ResponderEliminar
  4. Ah! Senti no teu poema e na melodia dos pássaros, maravilhosos prenúncios de Primavera!
    Não podias descobrir melhor fundo musical para a beleza do teu poema!

    Neste finalzinho de domingo, aqui, ainda brilha o sol!
    Boa semana para ti Teresa!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  5. Como um toque de alvorada!
    Muito belo, querida Teresa.

    Tem um Dia da Mulher feliz, em muita paz...
    Beijinhos
    ~~~~

    ResponderEliminar
  6. Embalada por Vivaldi e lendo o seu maravilhoso poema, quase senti a chegada da primavera.
    Boa semana
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Que belo momento nos oferece com este post! A música que nos levanta com determinação que se afirma com as palavras do poema!
    Que venha a primavera!

    Beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  8. Já é dia de nos maravilharmos com a Natureza e de amarmos a terra com tudo o que ela nos oferece de forma tão gratuita.
    Lindíssimo poema, minha Amiga Teresa!
    Um dia internacional da Mulher cheio de amor.
    Cuida-te bem.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde Teresa,
    Belíssimo poema.
    Viva a Luz, a música e a Primavera!
    Saudemos a Vida!
    Um post maravilhoso.
    Beijinhos e feliz Dia Internacional da Mulher.
    Ailime

    ResponderEliminar
  10. Sente-se o perfume dos seus versos em consonância com o milagre de renovação da Primavera. E seguindo esses ditames, libertemo-nos e façamos de cada dia um cântico novo.

    Belo Poema, querida Teresa. Adorei.

    Beijinhos
    Olinda

    ResponderEliminar
  11. Teresa, minha amiga
    uma "oraçao pagã" que expressa de forma eloquente a enorme
    qualidade da tua Poesia...

    refinaste ainda mais durane a minha curta ausência!...

    beijo

    ResponderEliminar
  12. ...chegando, já ouvia ao longe o teu aviso, acordando gentes e passarada para a NOVA vida que aí vem. És toda terra na delicadeza das flores "domésticas " , na beleza simples das flores selvagens , nos regatos e fontes tímidas , nos jardins e escarpas com o encanto com que descreves tão poeticamenete tudo o que nos rodeia.
    Obrigada, Querida Amiga Teresa
    abraço

    ResponderEliminar
  13. Também acho que está na hora... os invernos (da estação e da pandemia) deixaram marcas que a Primavera pode amenizar.
    O teu poema é excelente, os meus aplausos pelo talento e inspiração.
    Bom fim de semana, querida amiga Teresa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  14. Um poema que nos incita a despertar, assim como a primavera desperta a paisagem.
    Muito belo e bem construído!

    Um beijinho, Teresa, e obrigada por ter participado no nosso jardim florido.

    ResponderEliminar
  15. Bom domingo, querida amiga Teresa!
    Agradeço sua visita ao meu post em resposta à proposta da nossa amiga em comum Fê.
    Por aqui, o dia desponta com perfume floral.
    Já prevendo a Primavera no coração e no tempo.
    Muito lindo como sempre poetisa.
    Seja muito feliz e abençoada!
    Beijinhos, saúde e preces

    ResponderEliminar
  16. Teresa, passando para lhe desejar um bom restinho de Domingo e uma excelente semana.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Caramba, Teresa, que manifesto! Oxalá não caia em saco roto.
    (Gosto do teu sentir, gosto do teu pulsar...)

    Um beijinho :)

    ResponderEliminar
  18. É verdade, querida Teresa! A natureza está conspirando a nosso favor. Gritemos, docemente, de alegria com a bonita música que escolheste. Ficamos na primavera de Vivaldi?

    Beijos e saúde!

    ResponderEliminar
  19. Olá, querida Teresa, belo poema, pena eu não poder ouvir Vivaldi, a Primavera é a mais linda estação do ano!
    Infelizmente estou sem som nesse pc, depois da vacina levaremos para arrumar.
    Um feliz fim de semana pra você, com saúde e paz.
    Beijo, amiga

    ResponderEliminar
  20. A cada dia, novo dia! vamos cada um com esperanças e alegrias viver! bjs, chica

    ResponderEliminar
  21. É hora, vejo que dançam em seu caminho o sonho e canção, e vejo que vais cantando porque é chegada a hora!
    Um beijo, minha amiga!

    ResponderEliminar
  22. Respira-se uma brisa leve, e entusiástica nesta revigorante publicação, anunciando a Primavera!
    Adorei o poema e as demais escolhas! Fiquei fascinada com a foto, pois tinha a ideia de que próximo de eucaliptos nada de verde, consegue crescer...
    Um beijinho! Estimando que tudo se encontre bem, aí desse lado!
    Ana

    ResponderEliminar

Voltarei!