O poema só nasce onde quer
Como um pé de fiolho,
é pura emoção selvagem ...

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Tinha que te dizer,

mesmo sem deslizar em  palavras mansas e calmas
como o ribeirinho perto de casa. Aquele que docemente
namora as miosótis que estendem as raízes para nele
 sorver o néctar da vida e a cor azul da harmonia.
Tinha que te dizer, mesmo de forma brutal,
na correnteza que lavra fundo - como um verso abismal;
tão violento que arrasta e destrói. E tudo muda no nosso mundo.
As tempestades vieram de fora - incontornáveis; eu sei.
Percebi que não viste as miosótis - pintei-as eu. Como dói.
Tinha que te dizer e lavar-me de mágoas no ribeirinho
perto de casa. Aquele que qualquer amante descobre um dia -
um amante da poesia. Apaixonado deita-se no remanso
das águas e naquele borbulhar- rodopia. Tinha que te dizer.

8 comentários:

  1. Amiga, tinha que te dizer, que o teu belo poema

    trazem palavras borbulhantes de sentido novo,

    nascidas de uma fonte genuína da inspiração...

    Tinha que te dizer, qua a tua poesia toca e toca

    muito o meu coração!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Lindo amei..vou guardar..um beijo..

    ResponderEliminar
  3. Tinha que te dizer, Suzete, que acrescentas sempre poesia às minhas palavras.
    Reconhecida deixo-te um forte abraço.

    ResponderEliminar
  4. Já o comentei num grupo poético...
    Um poema em que o sujeito poético sente a necessidade de partilhar as sensações que capta, sejam elas mais doces ou mais tumultuosas, tal a natureza se apresenta nas suas particularidades...
    Lindo, pela sensibilidade que se sente nos versos!

    Bjuzz, querida Teresa

    ResponderEliminar
  5. Já o disseste e muito bem.
    E gostei da forma como o fizeste.
    O resultado, é um excelente poema.
    Parabéns pelo talento poético que tens.
    Teresa, querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  6. Linda é a sensibilidade do teu comentário.
    Sei que é algo que nunca te falta - sensibilidade.
    Obrigada Odete.
    Bjuzz.

    ResponderEliminar
  7. Agradeço, amigo Nilson, a generosidade do teu comentário.
    Beijo. Boa semana.

    ResponderEliminar