quinta-feira, 2 de janeiro de 2020

Crepitosas pérolas

Manhã alta
E o raio de sol esgueirado da portada
Flui pela escada
E beija a estela regelada.

Manhã alta
E firme a árvore guinda-se
além das ameias e dia a dia
regenera-se
em sonhos de amendoeira.

Orvalhada e vistosa
A oliveira agiganta-se de beleza.

Crepitosas pérolas
Desprendem-se sobre o rio
E a orquestra das arribas.

Teresa Almeida Subtil



         


10 comentários:

  1. E a orquestra das arribas é feita pelos pássaros da montanha e pelas palavras deste belo poema, minha Amiga.
    Que o ano de 2020 lhe traga dias cheios de harmonia, amor e saúde para si e para todos os que ama.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  2. Bela imagem e belas palavras, Teresa. Que este seja um bom ano e que o Universo possa ser generoso com a tua existência neste mundo, um beijo!

    ResponderEliminar
  3. Uma maravilhosa paisagem poética... e que não poderia ter melhor suporte musical a complementar!...
    Adorei tudo!!! Votos de um muito feliz 2020, para si e todos os seus, Teresa! Com muita saúde, alegrias... muitos projectos e concretizações... e que o novo ano, lhe proporcione tudo o que mais desejar!...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  4. Que todos os dias o sol beije a estrela regelada, que todos os dias sejam pérolas!
    Desejo-lhe um ano de 2020 repleto de felicidade, amor, paz, saúde e muito sucesso!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. “Crepitosas pérolas
    Manhã alta
    E o raio de sol esgueirado da portada”

    Inicio o comentário com os primeiros versos deste teu belíssimo poema. Gostei muito.

    Meus votos de um feliz 2020, querida amiga Teresa. E que todos os dias do Novo Ano sejam de paz, saúde, amor e de esperança.

    Feliz Ano Novo, Teresa!
    Beijo.

    ResponderEliminar
  6. está tudo no poema, não é verdade, Teresa?
    só falta mesmo o Menino Jesus da Cartolinha! ...

    gosto muito dessa "orquestra das arribas"
    e do vento que as move...

    beijo

    ResponderEliminar
  7. Olá, querida Teresa, que bom que todos estão voltando ao cotidiano, acho que sentimos falta uns dos outros, eu sinto. Acostumei com os amigos queridos da blogosfera. O poema está lindo, e o vídeo dando um belo suporte.
    Pra você, minha querida, um ano de muita paz e saúde. O básico para nossas vidas.
    Um beijinho, felicidades sempre.

    "Orvalhada e vistosa
    A oliveira agiganta-se de beleza."

    ResponderEliminar
  8. Chapeau! Precioso poema.
    Encontré este lugar donde la poesía llena con su magia de belleza que ya desde hoy sigo con alegría.
    Merci. Saludos desde el Mediterráneo.

    ResponderEliminar
  9. Muito belo -- texto e música fazem suspirar pela primavera...

    O meu abraço, querida Amiga.
    ~~~~~~~~

    ResponderEliminar
  10. Sempre tão bem, Teresa.

    Que tenhas um excelente ano, mirandesa empedernida! :)

    ResponderEliminar

Voltarei!